The Black and The Red Dragons

Calmaria antes da Tempestade

travessia_do_Wyl.jpg

Cerca de três meses se passaram desde que a reunião em Blackhaven decidiu por uma retaliação contra os dorneses. Séculos de disputas nas fronteiras sempre levaram a uma sucessão de retaliações. Assim, o ataque de dorneses ao castelo dos Turene deve ser respondido com um ataque a Dorne. Todos esperam a convocação para reunir as tropas da Marcha contra os velhos inimigos dorneses.

Enquanto isso, Stephen Wayne passa os dias caçando animais nas montanhas em torno do Castelo de Highview. Em uma de suas andadas, após matar um pequeno cervo, ele descobre pegadas humanas em um local onde não costumam passar pessoas e de onde se pode observar o castelo. Ao voltar a Highview, ele avisa a seu pai e seus tios, da descoberta. Lorde Russel decide que Brandon Storm e Stephen irão voltar até a montanha e tentar seguir a trilha. Dois soldados de Illaryo – Keyser Sozze e Prestaryn – os acompanharão.

Na manhã seguinte eles partem, a cavalo, em direção às montanhas. É claro que quem estava vigiando o castelo tomou cuidado para não ser percebido, tentando esconder seus rastros e evitando habitações dos habitantes dos domínios. A trilha já tem alguns dias, mas como não há muito movimento nessa região montanhosa, eles conseguem segui-lá. Seguem a trilha, em direção ao sul, por todo o dia, vadeando um rio.

Ao anoitecer, Sthepen encontra uma caverna. Após amarrarem os cavalos em uma árvore em frente à caverna, eles entram para se proteger do frio da noite. No meio da noite, todos escutam o barulho de um animal. Um gato sombrio que se aproxima perigosamente. Stephen e o mercenário Prestaryn vão até os cavalos para protegê-los. O jovem Wayne vê uma movimentação nas sombras e dispara sua flecha. Ele fere o predador, mas este avança e pula sobre Prestaryn, que o atinge com um golpe de seu mangual. Apesar disso a imensa fere desfere uma patada que quebra um das costelas do braavosi e também dá uma mordida em seu ombro, que só não é destroçado graças ao corselete de couro.

Ao ouvir os gritos, Brandon e o outro mercenário correm para fora da caverna. Brandon acerta a fera com sua lança no seu flanco. Esta se vira ameaçadora, mas antes que possa agir, é atingida por uma fechada de Stephen, que atravessa o pescoço do animal.

Ao amanhecer, eles voltam, levando o ferido Prestaryn e carregando o trofeú da fera. A trilha, que continuava em direção ao sul, já estava muito fria.


A convocação de Lorde Cedric Dondarrion finalmente chega.

Os espiões de Hendrik informam que os Dulver têm, além dos cavaleiros a seu serviço e da guarnição de Depeenhall, uma companhia de arqueiros e duas companhias de infantaria – uma delas recém-formada. Estão também recrutando uma segunda guarnição para a Torre que estão expandindo nas antigas terras que pertenceram a Casa Wayne antes desta ser punida com sua perda, graças as ações de Brandon Wayne.

Isso, junto com a informação de que os Dulver estão em contato com a Companhia de Mercenários Lysenos da Lança Azul, alarma Erald e os demais. Illaryo diz que os lysenos não são bons combatentes.

Após a reunião do Pequeno Conselho, composto por Lorde Russel, seus irmãos Erald e Brandon, seu tio Hendrik, o Maester Gordon e o capitão Illaryo, com a participação de Stephen, a casa Wayne decide enviar seus cavaleiros e uma companhia de arqueiros para a invasão de Dorne.

Erald deve liderar as tropas. Os mercenários de Illaryo devem permanecer em Highview – junto com a guarnição do castelo e a outra companhia de arqueiros – para que a casa tenha capacidade de resposta caso sejam atacados enquanto Erald estiver liderando a cavalaria em Dorne. Embora todos concordem que, enquanto estiverem em ação contra os dorneses, uma treguá tácita impede que os Dulver façam qualquer ataque a Highview.

Lorde Russel determina que seus filhos Evan, Stephen e até o jovem Durran vão juntos. Ele espera que Durran aprenda a ter responsabilidade durante a campanha. Erald determina que Stephen deve ficar responsável por vigiar Durran.


Dois dias depois, os cavaleiros e a companhia de arqueiros dos Wayne chegam até o acampamento na fronteira onde as tropas dos Lordes da Marcha se reúnem para a vingança contra os dorneses. Mais de 1.500 homens de várias casas já estão acampados na beira do rio Wyl, próximo de um ponte onde o rio pode ser vadeado a pé.

Erald conversa com Lorde Dondarrion, que lhe dá o comando da Vanguarda no avanço em território dornês. Após examinarem um mapa da região e decidirem que castelo irão atacar em retaliação. Um de seus filhos, Coltran Dondarrion, comandará uma das unidades de Cavalaria. Evan comandara a outra unidade, dos aliados Lonmouth. E Erald comandará a cavalaria dos Wayne. Além das três companhias de cavalaria, a vanguarda será composta por três companhias de infantaria e duas de arqueiros. Lorde Dondarrion comandará a força principal, que seguira mais atrás da vanguarda.


No acampamento, Durran encontra o outro filho de Lorde Cedric, seu amigo Rodrick, e convence Stephen a irem beber no prostíbulo erguido pelas seguidoras de tropas. Lá ele tenta embebedar seu irmão mais velho, mas este consegue escapar pegando uma das putas. Durran vê que em outra mesa estão alguns soldados dos Dulver, bebendo junto com seu comandante, o herdeiro Erik Dulver. Ele se aproxima e, criticando seu tio e não respondendo aos insultos do Dulver, consegue sentar a mesa e ouvir Erik se gabar de que seu tio está em Stonehelm contratando lanças para acabar com a raça dos Wayne.

No fim da noite, Durran conta essa informação a Stephen – em troca deste não ficar vigiando-o – e este dá a notícia a seu tio Erald, que envia um mensageiro para avisar ao Lorde Russel.

Ao amanhecer do dia seguinte, com a chegada dos últimos Lordes da Marcha convocados, dois mil e quinhentos homens das terras da tempestade atravessam o rio Wyl e entram no território de Dorne.

View
Conclave em Blackhaven
Os Lordes da Marcha e a resposta aos dorneses

Blackhaven.jpg

Em uma reunião do pequeno Conselho, Lorde Wayne informa que o casamento entre seu irmão Erald e Lady Aelena, a viúva de Lorde Turene, se dará assim que o período de luto passar. Com isso, ele espera que a Casa Wayne mantenha o controle das terras da Torre Solitária.

Em relação aos prisioneiros, Elia Sand e Eric Sand, Evan propõe executar os dois como um aviso, enquanto Erald e Maester Gordon preferem primeiramente oferecer um resgate aos Yronwood, que Lorde Russel estipula em mil dragões de ouro, mesmo sabendo que o mais provável é que não seja aceito.

Outra medida é decidir o que fazer contra os Dulver que continuam a fortificar a Torre no antigo território dos Wayne. Eles resolvem começar a planejar uma forma de atrapalhar a contrução da muralha. Uma ideia é incendiar a floresta em volta da torre, mas eles abandonam a ideia.

Além disso, decidem enviar o herdeiro da Casa, Lionel Wayne, para conversar com Lorde Gower e tentar controlar a situação causada pela destruição da unidade de cavalaria dos Gower na Batalha do Bosque Barbudo.

Lorde Wayne informa que foram convidados por Lorde Dondarrion para um conselho dos Lordes da Marcha em Blackhaven dali a uma semana.

Assembleia em Blackhaven

Lorde Wayne envia seus filhos Evan e Durran e seu tio Hendrik para a reunião no Castelo dos Dondarrion. A escolta é liderada por Ilaryo e junto com o grupo vai o dornês Edric Sand, ajudante da cavalariça.

Vila_do_Enforcado.jpg

No caminho, param na Vila do Enforcado, nas terras dos Trant, encontram a comitiva de Lorde Dulver. Os dois grupos não se falam e, após o pernoite, prosseguem viagem em separado.

Em Blackhaven encontram vários dos Lordes da Marcha e descobrem que Lorde Dondarrion convocou a todos para tratar do ataque dornês a Casa Turene e para decidir como eles reagiriam. Em uma votação, os Lordes decidem, por maioria, atravessar o Rio Wyl e atacar as terras dos dorneses.

Novas ameaças

Enquanto isso, Ilaryo e Edric Sand descobrem, separadamente, que Maester dos Dulver está se encontrando com um estrangeiro das terras do outro lado do mar. O Maester leva o estrangeiro até a tenda de Lorde Dulver.

Ilaryo percebe que ele é um Lyseno. Ele também descobre dois outros Lysenos esperando perto do portão do castelo. Após se encontrar com Lorde Dulver, o lyseno se junta a seus companheiros e vai embora.

Hendrik Wayne ordena a um de seus contatos que procure descobrir informações sobre os lysenos e o que os Dulver querem com eles.

View
Torneio de Highview
O Cavaleiro Misterioso

justa.jpg

O dia do torneio começa animado. A multidão se ajeita no campo em torno da aréa das justas, em busca da melhor vista. Os cavaleiros são aclamados quando desfilam garbosos até o campo de torneio. Alguns cavaleiros estão visivelmente sofrendo de uma ressaca da festividade da noite passada.

No palanque, os nobres se sentam à sombra esperando o início das disputas. Beron Stark e sua jovem esposa,Janne Stark estão nos assentos de honra, ao lado de Lorde Russel Wayne e de sua esposa, com seus filhos Lionel, Stephen e Durran. Rodwell Stark com sua esposa Myriamme Manderly e Barthogan Stark, com sua esposa Lynara Stark, também estão no palanque de honra. Além deles, o herdeiro de Storm´s End, Lyonel Baratheon honra o Torneio em Highview.

Evan Wayne enfrenta Boros Lonmouth, um cavaleiro forte e impetuoso, mas com pouca habilidade em cavalgar. Ele derrota Boros na terceira passada.

Erald Wayne vence Robert Kastark, um cavaleiro do norte, na primeira passada.

Balon Swann, Erik Trant e Robert Wylde também lutam bem e derrotam seus adversários.

Blue_Knight.jpg

Um cavaleiro misterioso aparece. Para alegria do público, que adora um desafiante misterioso, o Cavaleiro Azul derruba o grande Jon Usk na quarta passada.

Na sequência, Evan vence Merric Manderlay, mais um nortista, derrubando-o na quarta passada. Merric se machuca com a queda e sai mancando.

Erald vence Lothar Florent, irmão mais velho de Layton Florent, que Evan havia derrubado no Torneio de King´s Landing. Lothar é derrubado na quinta passada com um golpe bem dado que acerta a armadura do cavaleiro da Campina. Ele sai carregado do campo de torneio e é levado para ser tratado pelo Maester Gordon.

Maester Gordon, que ficou responsável pelo sorteio, faz com que o Cavaleiro Azul enfrente Erik Trant, na esperança de derrubar o desconhecido ou ver o quão bom ele é. Entretanto, o cavaleiro misterioso vence e é aclamado pelo público, que adora quando um cavaleiro desconhecido surge para enfrentar os grandes campões dos torneios. Todos começam a especular quem será o misterioso cavaleiro. Alguns dizem que ele é Robb Reyne ou Daemon Targaryen.

Joust_Pupiganis.jpg

Trovadores cantam e vendedores anunciam seus produtos, enquanto o povo bebe e se diverte vendo as justas e escolhendo seus campões. Os favoritos do público são Evan Wayne, os belos irmãos Swann, o Cavaleiro Misterioso e o famoso Robert Wylde.

Quando é anunciada a disputa entre Evan e Cedric Swann, o público grita. Os habitantes do Vale do Morcego torcem pelo jovem lorde. Talvez alguns tenham ouvido os boatos e saibam que seu adversário propagou mentiras sobre a jovem dama ou talvez seja apenas pela fofoca. Na justa, Evan vence Cedric Swann, derrubando-o na segunda passada.

Logo depois, Erald enfrenta um dos cavaleiros mais famosos nos torneios, Robert Wylde, irmão de um dos membros da Guarda Real e vencedor de um torneio em Highgarden. Para surpresa do público que esperava uma luta prolongada, Erald derruba Robert no primeiro choque entre os dois cavaleiros. Na queda, Robert quebra duas costelas e sai carregado.


Apenas quatro cavaleiros permanecem na disputa: Evan, Erald Wayne, Balon Swann e o Cavaleiro Misterioso. Maester Gordon faz com que Evan enfrente Balon Swann, enquanto Erald enfrentará o Cavaleiro Azul. E então começa a penúltima rodada, que o público irá chamar “A Longa Batalha das Lanças”.

Evan enfrenta Balon Swan. Assim como Evan, Balon Swann é um jovem cavaleiro que ganhou fama no Torneio de Storm´s End, um ano atrás. O mesmo torneio em que dizem que seu irmão, Cedric Swann, seduziu Janne Wayne. Evan e Balon enfrentam-se em uma série de passagens, com uma certa vantagem para Balon, que apesar disso não consegue derrubar Evan.

Lorde Russel Wayne, a pedido do público, que grita de alegria ao ver o duelo entre os dois cavaleiros, deixa que a justa seja disputada por vários rounds, até que após nove rodadas, Balon Swann é declarado o vencedor da disputa.

justa_blue_knight.jpg

Na segunda semifinal, Erald enfrenta o Cavaleiro Misterioso. Em uma das passadas um golpe certeiro atinge o cavaleiro que quase cai. Mas ele resiste e continua a lutar, mesmo visivelmente sentindo dores.

Erald não consegue derrubar o cavaleiro misterioso e os dois quebram mais lanças por várias passadas, sem que nenhum deles desista. Finalmente, na décima passada um golpe do cavaleiro misterioso acerta o escudo de Erald de forma que desequilibra o gigante. Erald Wayne é derrubado e sai furioso do campo.

Duelos de justa em que os cavaleiros lutam por várias rodadas parecem aumentar a animação do povo, ou talvez o valor das apostas. O povo aclama os dois combates que chegaram a final, apesar de terem derrubado os Wayne.

O Cavaleiro Azul enfrenta Balon Swann na última rodada. Balon Swann é o vencedor, ao derrubar o cavaleiro misterioso na quarta passada. O cavaleiro misterioso retira seu elmo e se revela como Rodrik Dulver, filho de Lorde Dulver.

Balon Swann recebe o prêmio pela vitória e nomeia a jovem Janne Stark como a Rainha do Torneio.

Erald manda Durran entregar um dos cavalos e armaduras que ganhara nas justas anteriores. Durran provaca Rodrik Dulver, falando da covardia dos Dulver que fugiram da Batalha na fronteira, e quase acontece novo duelo, agora de espadas, em frente a tenda do cavaleiro misterioso.

No próximo episódio: Conversas e Intrigas.

View
Uma Festa de Casamento
Casamento no Vale do Morcego

mesa_do_banquete.jpg

Às vésperas do casamento de Janne Wayne, Lorde Russel e seus filhos fiscalizam os preparativos. Ramsay, o cozinheiro, reclama de que ainda não chegaram parte dos mantimentos, como as maçãs dos Fossoway ou os vinhos da Campina. Lorde Russel determina que o Maester Gordon procure resolver esses problemas.

O ferreiro Martyn faz os últimos preparativos para o campo do torneio e estabelece uma tenda para vender seus produtos e consertar armaduras durante as lutas.

Ilaryo pede permissão a Tio Hendrik para montar uma tenda com suas meninas no campo de torneio. Centenas de camponeses chegam à vila para participar das festividades em torno do casamento e para verem o torneio que irá ocorrer no dia seguinte à cerimônia.

Os Dondarrion são recebidos no caminho por Erald e Evan Wayne, com uma comitiva de boas-vindas, e levados até o Castelo. Lá, Lord Russel Wayne reune seus conselheiros e acerta os últimos detalhes para a festa e também em relação ao destino da Torre Solitária, agora que a linha masculina dos Turene se extinguiu.

Maester Gordon propõe casar a viúva de Lorde Turene com Tio Hendrik. Lorde Russel, em tom de brincadeira, diz que acha que a viúva não vai querer se casar novamente com alguém idoso. Ele propõe casar a jovem viúva de Lorde Turene com seu irmão Erald, uma sugestão de sua esposa. Lembra que Erald continua solteiro. Enquanto isso, eles teriam tempo de buscar uma forma de ligar as jovens filhas do falecido Lorde Turene com a Casa Wayne.

As duas irmãs são muito jovens ainda para se casar e os próprios filhos mais novos de Lorde Wayne já estão semi-prometidos a outras casas. Stephen e Durran descobrem que foram prometidos à Alyssa Lonmouth e a Lenna Gower e que os arranjos para um noivado estão em andamento.

O Lorde propõe organizar uma caçada para entreter seus convivas no dia seguinte e manda seu filho Stephen cuidar do assunto, guiar os hóspedes e garantir que eles fiquem felizes. Sua esposa irá entreter as mulheres dos lordes.

Ao fim da reunião, Erald pede para ter uma conversa particular com Lorde Russel e diz que não gostaria de abandonar seu dever de proteger Highview.

Enquanto isso, mais e mais visitantes chegam, entre eles a comitiva do Norte, com os Starks e alguns amigos. Os Lonmouth, incluindo o Lorde e sua filha, Alyssa, que veio para conhecer Stephen. Os Trant de Gallowsgray, cujo Lorde é um dos mais poderosos da região e cuja esposa é irmã de Lorde Dulver. E também Lorde Gower, seus dois netos e sua bisneta. Lorde Gower se mostra irritado ao chegar ao salão ao perguntar sobre o que aconteceu durante a batalha para Maester Gordon. Ele também se mostra irritado ao não encontrar Lorde Russel esperando por ele, pois Lorde Russel está reunido com outros Lordes naquele momento. Maester Gordon manda avisar ao Lorde para que esse dê atenção ao velho Gower.

Edric Sand e os demais cavalariços tem muito trabalho para cuidar e alojar todos os cavalos das comitivas de nobres. Ao anoitecer um agradável banquete ocorre nos salões de Highview.

wild_boar.jpg

No dia seguinte, os homens participam da caçada nas montanhas em torno do Vale do Morcego. Stephen acha a trilha de um grande javali selvagem e consegue guiar o grupo de caça até a toca do animal. Robert Kastark e Beros Lonmouth seguem na frente, lanças em punho, atrás do javali. Acuado, esse ataca inesperadamente. Uma flecha de Stephen acerta o furioso animal, salvando Robert Kastark de ser atingido pelas presas. Kastark consegue enfiar sua lança no pescoço do javali e o mata. Ele agradece a Stephen e os dois dividem a glória por matar o javali.

boar_2.jpg

De volta, eles recebem a notícia de que Lorde Lyonel Baratheon, filho do Lorde de Storm´s End, chegou para o casamento. É uma boa notícia, pois a Casa Wayne não gozava de boa fama com os Baratheon desde a época de Brandon Wayne, o Cavaleiro Negro. Lord Lyonel fora bem recebido pela esposa de Lorde Russel, por Janne Wayne e pelo Tio Hendrik, já que o resto da família fora participara da caçada e diz estar feliz por conhecer Highview, embora triste por ter chegado atrasado para a caçada.

O Casamento

O casamento é realizado ao entardecer, em uma bela cerimônia no pátio do castelo. Após a cerimônia, os lordes e cavaleiros se reúnem no grande salão do castelo de Highview para celebrar, com muita comida, música e bebida. Enquanto isso, os soldados e o povo fazem a festa na Vila do Meio do Caminho e nas tendas montadas em torno do campo de torneio.

Eric Sand, o cavalariço, é interrompido de seus afazeres por dois jovens cavaleiros que chegam com uma escolta e mandam ele escovar e dar água a seus cavalos.Ele observa que os dois cavaleiros tem o símbolo de dois cisnes. A chegada de Cedric Swann e Balon Swann é observada com preocupação, por causa das fofocas criadas em torno de Cedric e Janne durante o Torneio de Storm´s End. Por sorte, os Swann chegam com a cerimônia já realizada e se mostram discretos. Apesar disso, Tio Hendrik manda Durran ficar de olho nos Swann.

Wedding.jpg

Erald tenta seduzir a viúva Lady Turene, mas essa é quem o seduz. Ele a arrasta para uma das alcovas e tenta agarrá-la, mas ela se esquiva ruborizada e sai. Apenas Stephen vê a cena. Erald fica furioso, ao mesmo tempo em que com desejo pela bela viúva. Ele esmurra a parede, pega uma garrafa de vinho e sai para o pátio. Evan o encontra e eles resolvem se divertir na tenda de Ilaryo.

No banquete, Durran embebeda a bisneta de Lorde Gower e a manda esperar em uma sacada escura do castelo. Depois, manda um pajem entregar um bilhete para Rodrik Trant dizendo que uma admiradora o espera em uma das sacadas. O jovem Trant segue para lá e encontra Lenna Gower. Bêbados, os dois se agarram, mas são interrompidos pelo Maester Gordon, que fora avisado por Brandon Storm de que o jovem Durran o mandara olhar a sacada.

No salão, anões fantasiados de cavaleiros disputam uma justa em cavalos de madeira, enquanto acrobatas jogam e dançam. Os pajens servem guisado de carneiro, assado de javali com mel e torta de maças para os nobres convidados, enquanto continuam a encher as taças de vinho. Todos riem e se divertem, especialmente quando um dos anões cai de costas no chão e balança as pernas gritando “Minha espada! Onde está minha espada!”, enquanto mete a mão no meio das calças.

Lá fora, no pátio do castelo, Edric Sand está terminando de cuidar dos cavalos dos Swann quando escuta uma conversa entre dois homens que passam próximo à torre. Ele entende apenas parte da conversa, quando um dos homens diz ao outro “… soldados foram sacrificados de propósito para enfraquecê-lo. A prova disso é que foram a única baixa entre os combatentes”. Ele tenta se esconder e se aproximar, mas não consegue chegar perto o suficiente para ter um bom ângulo de visão. O outro resmunga algo que Edric não consegue entender, mas o tom é de irritação. No escuro, ele não consegue identificar os participantes da conversa.

Sua atenção é então chamada por um homem que pergunta a direção do salão onde está ocorrendo o casamento. Ele se veste de forma despojada, com chinelos e uma camisa branca e carrega uma harpa. Diz que quer se apresentar perante os noivos para cantar algumas músicas. Se apresenta como Saullion, o bardo dornês. Edric Sand mostra ao bardo a entrada para o salão.

Edric resolve que agora que acabou de escovar todos os cavalos vai poder finalmente beber e se divertir e se dirige ao salão, mas é interrompido rudemente pelos nobres com escudo dos cisnes que perguntam se há algum bordel ali perto onde possam beber e se divertir. Ele indica a tenda montada por Ilaryo.

Enquanto isso, lá dentro, Stephen Wayne conversa com Alyssa Lonmouth. Ela parece ser decidida e até um pouco selvagem e possui um belo sorriso. Pergunta sobre o torneio de arcos em King´s Landing e como é a aparência de Bloodraven. Se ele tem mesmo olhos vermelhos e uma marca de corvo no pescoço.

Um bardo dornês se apresenta para os noivos e diz que vai cantar uma música em homenagem a eles. Ele canta “Sunspear, Dorne, território Roynish”, uma canção típica dornesa. Alyssa arrasta Stephen para dançar, sob protestos.

Maester Gordon reclama com Hendrik do jovem Durran, achando que ele está aprontando algo. Enquanto isso Durran conversa com Edric Gower, o herdeiro do velho Lorde Gower, e com sua esposa, Lady Merilla. Eles são os pais de Lenna e estavam preocupados com sua filha, que sumira. Durran é encantador o suficiente para despreocupá-los.

Alguém grita que chegou a hora de levarem os noivos para seus aposentos. Os convidados ainda em pé, pois vários já se encontram caídos pelo chão, gritam e levantam seus copos. A noiva e o noivo são cercados pelos convivas. Os homens arrastam Janne na frente, carregando-a até seus aposentos na torre, enquanto arracam sua roupa e fazem piadas. Atrás, as mulheres cercam Brendon Stark e o guiam até os aposentos. Os dois chegam já nus no quarto do alto da torre e são atirados em cima da cama sob os gritos e risadas dos convivas.

**

No bordel de Ilaryo, Erald e Evan escutam Cedric Swann rindo e comentando com outros cavaleiros como já cavalgou a jovem noiva. Erald se aproxima, agarra Swann pela camisa e o joga encima da outra mesa. Os três soldados dos Swann se levantam e fazem menção a sacar as espadas contra Erald e Evan. O clima fica tenso, mas Balon Swann, irmão mais novo de Cedric manda seus soldados recolherem as espadas e consegue controlar a situação. Eles se sentam novamente a mesa e Erald muda de assunto, chamando duas das garotas para sentarem na mesa e trazerem mais cerveja.

Aos poucos os convidados se retiram para suas tendas ou aposentos para dormir. O casamento foi um sucesso e a Casa Wayne ganhou influência. Todos se preparam para o último dia de festas e comemoração e para o torneio em honra ao novo casal.

Em seguida: O Cavaleiro Misterioso

View
Antes do Casamento
Preparativos para o Casamento de Janne Wayne

marriage_tent.jpg

O Casamento de Janne Wayne com um dos Stark de Winterfell é um acontecimento importante para a casa Wayne. Trará prestígio e influência para a Casa Wayne e poderá ajudar a quebrar o isolamento e a má-fama deixada por Brandon Wayne, o Cavaleiro Negro.

Lorde Russel, Maester Gordon e Tio Hendrik se debruçam sobre os cálculos financeiros e políticos do casamento.

A festa servirá como motivo para convidar nobres da Marca para as festividades. Um pequeno torneio de cavalaria ajudará a atrair os nobres convidados. Entretanto, o custo de organizar uma festa não será pequeno. Apenas a festa de casamento custará 400 dragões de ouro, pois é preciso garantir comida e bebida para todos os convivas enquanto eles estiverem em Highview.

justa.jpg

Organizar um torneio também é caro. Serão outros 400 dragões em preparativos e prêmios. O dote oferecido pelos Wayne para os Stark custará mais 400 dragões, em presentes que Janne levará com ela para oferecer a sua nova família.

No total, a Casa Wayne gastará 1.200 dragões de ouro para casar sua única filha.

Em compensação, a casa ganhará influência por organizar o torneio e pelo casamento com uma Casa poderosa como os Stark.

No próximo episódio:
Um Torneio, um Casamento e um Banquete em Highview

View
A Batalha
A Batalha do Bosque das Árvores Barbudas

batalha_2.jpg

O cerco da Torre Solitária dos Turene durava já seis dias. Elia Sand tinha esperado conseguir cercar as tropas dos Wayne e Dulver na torre, mas elas haviam recuado antes da chegado dos dorneses.

Turene_Castle.jpg

A Torre estava protegida por apenas uma guarnição fraca e desmoralizada. Era questão de tempo até que eles se rendessem ou caíssem. A pequena vila aos pés do castelo era indefensável e fora abandonada por seus habitantes que se refugiaram no torre. Os dorneses haviam saqueado e queimado a vila.

Seu irmão mais novo queria lançar logo um ataque contra os defensores no castelo. Eric não era tão sábio quanto seu outro irmão, Tristan. Se Tristan os estivesse liderando, eles estariam bem melhor. Mas ele fora morto pelos Wayne enquanto sondava a região da fronteira para o ataque.

Agora cabia a Elia vingar Tristan. E conter a impetuosidade de Eric. Por sorte, ela conseguira convencer Yorik Ironwood de seu ponto de vista. Ela vira os corvos que partiram da torre e sabia que os Wayne seriam forçados a ajudar os sitiados ou perder status. Um ataque direto à torre ia custar muitas tropas e eles não tinham tantos soldados assim a ponto de poderem se dar ao luxo de perdê-los antes do combate principal.

Yorik havia trazido apenas duas companhias de cavalaria e uma de arqueiros, mas seria o suficiente. As outras famílias não iriam ajudar os Wayne, que muitos odiavam quase tanto quanto aos Dorneses.

Os batedores que vigiavam o caminho para Highview voltaram para informar a Elia que tropas da Casa Wayne desciam em direção ao rio pela estrada que levava até a Torre Solitária. Cerca de 300 homens. Isso confirmava sua suspeita de que os Wayne não sabiam quantas tropas os dorneses dispunham ou então eram mais autoconfiantes e burros do que ela imaginava.

Batalha_do_Bosque_Barbado__2_.jpg

A força dos Wayne logo se aproximou pela estrada, avançando em direção a ponte sobre o riacho. As tropas dornesas estavam protegidas do outro lado do rio, atrás de cercas que haviam tido tempo de construir. Os Wayne teriam de lançar um ataque através da ponte contra um inimigo bem mais numeroso. Ela optara por esconder seus batedores próximos ao rio. Esperava atacar pelo flanco dos Wayne. Uma unidade de cavalaria leve dos Yronwood ficara de reserva, pronta a atacar com os mortíferos arcos dorneses.


Do outro lado do rio, Erald Wayne e Ilaryo observavam a posição dornesa. Depois da ponte havia um pequeno descampado até o castelo dos Turene. Os dorneses haviam se espalhado em linha impedindo o avanço de suas tropas. Os batedores dos Wayne haviam visto um grupo de inimigos escondidos perto do rio.

Batalha_do_Bosque_Barbado__1_.jpg

Três dorneses avançaram pela ponte em direção as tropas dos Wayne. Erald levou dois de seus cavaleiros até o meio do caminho. O líder dornês se apresentou como Eric Sand e disse que eles levantariam o cerco em troca apenas de Lorde Wayne e do próprio Erald como prisioneiros. Erald respondeu que eles poderiam deixar as armas e cavalos e voltar com vida. Sem acordos, os dorneses voltaram para suas linhas.

O inimigo, aparentemente, não havia visto a outra força que seguira pelas trilhas no território dos Gower e que agora se escondiam no Bosque das Árvores Barbudas, esperando para surpreender os saqueadores dorneses.

Discurso_antes_da_batalha.png

Erald cavalgou para diante das tropas que comandava e fez um discurso os incentivando a lutar:

“Deixe que sintam, aterrorizados, como é frio o aço de nossas lâminas, quando lhes rasgarem as entranhas! Noite sem Fim!” gritou, finalizando, o discurso. “Noite sem Fim! É isso que encontrarão!”

Batalha_do_Bosque_Barbado__3_.jpg

A um sinal de Erald, Brandon Storm ordenou que os arqueiros escondidos no bosque disparassem suas flechas sobre a companhia de arqueiros inimiga. Os dorneses foram pegos de surpresa com uma chuva mortal de flechas que desorganizou a companhia de arqueiros dos Yronwood.

O comandante dornês reagiu enviando uma de suas tropas em direção ao bosque, mas foi surpreendido quanto Erald ordenou o avanço em carga dos cavaleiros da Casa Gowen.

Enquanto isso, as tropas de Ilaryo avançavam em direção a ponte, atravessando o rio em passo rápido, parando do lado oposto, em frente ao inimigo. Eles foram atacados pela cavalaria com arcos compostos de Dorne.

tercios_-_companhia.jpg

Para reagir ao ataque da tropa de cavalaria dos Gower, os dorneses lançaram sua própria cavalaria leve. Em resposta, os cavaleiros de Blackhaven, liderados por Evan, se juntaram ao confronto para apoiar a Cavalaria dos Gowen. A batalha logo se tornou caótica, com tropas dos dois lados lutando bravamente, mas a vantagem estava do lado dos cavaleiros das Stormlands.


As tropas dornesas começaram a titubear. Alguns não seguiram as ordens de avançar. Elia gritou com seus soldados, incentivando-os a atacar, mas sua tropa de batedores parecia assustada com o aparecimento de um novo exército inimigo vindo do bosque. Uma nova saravaida de flechas atingiu os arqueiros dos Yronwood. Eles se viraram e começaram a fugir.

Elia viu quando uma unidade de mercenário bravoosi com longas lanças avançou impetuosamente pela ponte e recebeu uma saravaida de flechas que os forçou a se proteger. Elia esperava que seu irmão ordenasse as tropas de infantaria que atacassem os bravoosi. Com um pouco de sorte poderiam destruir essa força, mas para seu desespero, seu irmão os lançou contra a cavalaria inimiga que surgira do bosque.


Stephen lutava ao lado da companhia de arqueiros, os Águias, até que viu uma oportunidade de derrubar o que parecia ser o comandante da cavalaria inimiga. Ele mirou seu arco, e mesmo à distância, lançou duas flechas certeiras contra o cavaleiro dornês que usava um escudo com o que parecia ser um portão de castelo como símbolo. Por um momento, o dornês desapareceu em meio à confusão da batalha, enquanto soldados dos dois lados lutavam.

carga.jpg

O jovem Wayne viu então quando um grupo de cavalaria dornesa usando o escudo da Fênix, em seus rápidos cavalos de areia, se aproximava da cavalaria dos Gowen e lançava uma saravaida de flechas, ao mesmo tempo em que a unidade lutava contra a cavalaria rápida dos Yronwood. Os cavaleiros dos Gowen resistiam bravamente, mas boa parte deles já havia caído e a unidade então ruiu sob o peso do ataque concentrado dos lanceiros dorneses.

Stephen se aproximou mais, avançando com cuidado pelo campo. Então visualizou novamente o dornês tentando organizar suas tropas. Disparou mais uma flecha que acertou-o no peito, derrubando-o de seu cavalo. Em meio a batalha, os outros dorneses fugiam.


Erald avançou pela ponte, a frente da cavalaria de Highview e se lançou contra a tropa de batedores dorneses que avançava pela beira do rio. Ele vira a mulher de que seu meio-irmão Brandon falara no meio deles. O choque do ataque da cavalaria pesada foi o suficiente para matar ou assustar metade dos dorneses, que abandonaram a luta e começaram a fugir em todas as direções.

Erald procurou pela mulher e a viu, ferida, no chão do campo de batalha. Ele desmontou e a rendeu.

batalha_5.jpg

Enquanto isso, Evan viu quando o comandante das tropas da Fênix tentava mandar suas tropas recuarem, sem sucesso. Os dorneses continuavam a lutar valentemente, mas sem chances. Os mercenários de Ilaryo avançavam, fazendo os saqueadores recuarem. Evan liderou a cavalaria de Dondarrion em direção ao comandante dornês. Esse só viu o avanço das tropas das stormlands quando era tarde demais. No choque, seus homems se dispersaram e fugiram, mas o dornês, com uma ferida no braço, foi capturado.

A batalha agora era praticamente um massacre. Apenas uma companhia de cavalaria dos dorneses conseguiu recuar em ordem e abandonar o campo de batalha.

Após a Batalha

Ao final da batalha, quase 300 dorneses estavam mortos e mais de 150 foram feitos prisioneiros. Os comandantes dorneses, os irmão Eric e Elia Sand foram capturados e levados por Evan para Highview.

Erald e Durran entregaram Yorik Yronwood para os Dondarrion como agradecimento pelo envio de uma companhia de cavalaria.

Ilaryo ficou responsável pela guarda do castelo dos Turene, pois o novo Lorde Turene morreu defendendo o castelo, como contou o Maester Gregor. Com isso, as terras dos turene estão sem lordes. Sua esposa e as duas filhas estão em Highview, protegidas pelos Wayne.


No próximo capítulo:
O Casamento de Janne Wayne

View
Preparativos
A Casa Wayne se prepara para a batalha

gameofthronesascent_.jpg

As tropas da Casa Wayne retornam a Highview depois de partirem do Castelo Turene. Eles chegam a Vila do Meio do Caminho perto do cair da noite, após uma marcha forçada desde o alvorecer.

Um Conselho de Guerra é convocado porLorde Russel. Ele, seu filho Lionel, Tio Hendrik, Brandon Storm e Maester Gordon discutem como reagir ao ataque dornês.

Lorde Russel manda que o Maester envie corvos para as casas próximas solicitando ajuda. Maester Gordon sugere que o pedido de ajuda seja enviado em nome de Lady Turene, a viúva do Lorde Turene.

O Ferreiro Martyn é enviado para o Castelo de Morcliff, para comprar armas e armaduras para melhorar o equipamento das tropas de combate. A ideia de Lorde Russel é de futuramente criar uma forja maior em Highview, como existe na Torre do Penhasco.

Lorde Wayne também envia o cavalariço Edric Sand para seguir a estrada para Stonehelm e encontrar o resto da família, que está retornando do torneio. Ele diz para Edric avisá-los do ataque e, depois, cavalgar o mais rápido possível para Blackhaven, o Castelo dos Dondarrion, e avisar do ataque.

Eles decidem que não podem contrar com a ajuda da Casa Trant, pois Lorde Merryn Trant é casado com Elaine Dulver, irmã do Lorde Dulver.

Maester Gordon lembra que o velho Lorde Gower tem bisnetas em idade de casar. Ele é então enviado para tratar com a Casa Gower e reforçar o pedido de apoio.

Tio Hendrick, enquanto isso, partirá para convencer os Lonmouth a ajudarem no combate. Ele acredita que pode convencer os Lonmouth, pois esses são muito parecidos com os Wayne e também estão próximos da fronteira ameaçada pelos dorneses.

Brandon Storm deverá preparar as tropas dos Wayne para a batalha, que será travada assim que os reforços chegarem.

Emissários
emiss_rios.jpg

Emissários são enviados para os outros castelos da Marcha.

O ferreiro Martyn cavalga até o Castelo de Morcliff e consegue negociar com o Mestre-Artesão ferreiro de Lorde Morcliff um bom preço por uma centena de espadas, armaduras e lanças longas. Ele consegue um desconto para Lorde Russel, após sugerir que outras comprar poderiam ser feitas posteriormente pelos Wayne. Também diz que se interessa em ver como uma forja grande poderia ser instalada em Highview, com o apoio do Mestre-Ferreiro.

Maester Gordon segue para o Castelo de Novetrevos e encontra com Lorde Robert Gower. Lorde Robert é um velho viúvo, sem filhos. Seus herdeiros são dois netos. O velho lorde diz que recebeu a mensagem dos corvos com o pedido de ajuda de Lady Turene, mas que infelizmente não possui tropas para ajudar. O maester propõe unir as duas famílias por meio de um casamento. Ele informa que o filho dos Wayne, Durran gostaria de casar com a bisneta de Lorde Robert, a jovem e formosa Lenna Gower.

Ele consegue convencer Lorde Robert a oferecer apoio, na forma de uma unidade de cavalaria, com 20 cavaleiros e seus escudeiros. É uma oferta generosa, mas Lorde Robert inclui um modesto pedido – que os Wayne treinem seu bisneto, Robin, como escudeiro. Gordon diz que a casa Wayne ficará feliz em ter Robin como escudeiro.

Tio Hendrik parte para Redskull, o bastião dos Lonmouth. Ele percebe que os Lonmouth também não gostam dos Dulver, que consideram covardes gananciosos. Hendrik consegue convencer Lorde Rikard Lonmouth a enviar duas companhias de infantaria em apoio aos Wayne.

Além disso, propõe o casamento de seu sobrinho Stephen Wayne com Alyssa Lonmouth, a filha de Lorde Rikard. Lorde Rikard gosta da ideia de unir as duas casas.

stormlands.jpg

Edric Storm pega dois dos cavalos mais rápidos, Tufão e Trovão, e segue cavalgando pela estrada em direção a Stonehelm. Ele para apenas para alimentar os cavalos, trocando de uma cavalo para o outro, à medida que eles se cansam. Consegue alcançar Erald e os filhos de Lorde Russel, que retornam do torneio, na estrada, próximo ao castelo de Gallowsgrey, dos Trant.

O renegado dornês informa Erald do ataque e de que Lorde Russel pediu que eles seguissem o mais rapidamente possível para Highview. Erald e Evan resolvem partir a cavalo, deixando Ilaryo para levar o resto da caravana o mais rápido possível, protegendo a filha de Lorde Russel e o ouro. Ele manda Stephen cuidar de sua irmã.

Durran se oferece para acompanhar Edric até Blackhaven. Erald diz que ele faça o que quiser, desde que espere que ele e Evan partam, pois essas não eram as ordens de Lorde Russel. Durran espera seu tio partir, e segue acompanhando o cavalariço dornês.

Ilaryo divide a comitiva em duas partes. Com os soldados, ele leva Janne Wayne e o ouro, em marcha rápida para chegarem até Highview. As outras carroças e o restante do pessoal da comitiva ele deixa para trás, sob o comando do temperamental cozinheiro Ramsay.

Durran e Edric chegam até Blackhaven. Lorde Cedric e seu herdeiro participaram do Torneio em King´s Landing, e ainda não retornaram. Eles são recebidos por Coltran Dondarrion, segundo filho de Lorde Cedric Dondarrion. Durran consegue convencer o jovem Dondarrion de que participar da batalha contra os dorneses seria uma oportunidade de glória para ele. Coltran resolve enviar uma das unidades de Cavalaria dos Dondarrion. Resolve ainda, de forma impetuosa, a levar outros 800 soldados pelo Caminho dos Ossos de forma a interceptar os dorneses caso esses tentem usar essa trilha.

Plano de Batalha
soldados_em_marcha.png

Enquanto isso, os trinta soldados da companhia mercenária que haviam sido deixados na Torre Turene chegam com a notícia de que logo após a partida das tropas de Highview, os Dulver também abandonaram o Castelo. Ante a aproximação dos dorneses, metade da guarnição Turene abandonou o castelo. Assim, os mercenários seguiram as ordens dadas e também partiram antes de se verem cercados. O novo Lorde Turene e o Maester Gregor permaneceram no castelo, junto com cerca de 50 soldados que restaram.

Com apenas metade de sua guarnição, o castelo dos Turene não poderá resistir por muito tempo a um ataque. Assim, os dias que se passam até a chegada de todos os reforços são de preparativos para a batalha.

Com a chegada dos reforços e dos equipamentos trazidos pelo ferreiro, um novo Conselho de Guerra é reunido para formular os planos de batalha. Lorde Russel, seus filhos Lionel, Evan e Stephen, seus irmão Erald e Brandon, seu tio Hendrik e o capitão mercenário Ilaryo planejam como levar o combate aos dorneses.

Lionel, que não pode cavalgar graças a ferida recebida em um torneio, ficará encarregado da defesa de Highview, com a guarnição do castelo, as tropas de apoio e os arqueiros da Companhia dos Falcões. A ameaça maior seria de um ataque traiçoeiro dos Dulver.

Erald irá liderar as tropas. Seus subcomandantes serão Evan, Brandon e Ilaryo. Eles resolvem dividir as tropas em duas unidades.

Erald irá levar a unidade de Cavalaria Wayne, os mercenários de Ilaryo e uma tropa de infantaria de Lonmouth pelo vale do morcego, seguindo o caminho mais direto em direção à Highview. Usando o caminho mais rápido e previsível, eles esperam distrair os dorneses, que não sabem que os Wayne conhecem a quantidade de tropas que os dorneses dispõem.

Enquanto isso, Brandon Storm e Evan Wayne levarão as outras tropas – as unidades de cavalarias dos Gowen e dos Dondarrion, a outra companhia de infantaria de Lonmouth e a companhia de arqueiros das Águias de Highview, pelo vale dos Gowen, surpreendendo o inimigo pelo flanco.


No próximo capítulo: A Batalha do Bosque das Árvores Barbudas

View
Massacre na Fronteira
A situação se complica

Floresta.jpg

Massacre na floresta

Enquanto isso, Brandon e Edric descobrem o rastro de um grupo de oito cavaleiros dorneses que atacou a fazenda e depois dirigiu-se ao sul, em direção ao Rio Wyl. Avisam Highview do número de atacantes e seguem a trilha deixada pelos dorneses. Após algumas horas, a trilha se junta a um grupo maior, de cerca de 40 a 50 cavaleiros. Eles percebem que os dorneses estão sendo seguidos por um outro grupo de alguns cavaleiros pesados e cerca de 50 soldados a pé.

A trilha ainda continua mostrando um grupo ainda maior de algumas centenas de homens a pé passou pelo lugar.

Seguindo o caminho, eles entram em uma floresta mais densa e lá descobrem os corpos dos soldados da família Turene, incluindo o de Lorde Edwyn Turene. Não há sobriventes. Vários dos soldados das stormlands foram mortos por flechas e outros tiveram suas gargantas cortadas. Eles foram vítimas de uma emboscada, feita por um número bem superior de dorneses, entre 200 e 300.

Brandon Storm continua a seguir a trilha dos dorneses, usando as roupas dornesas de Edric. Enquanto isso, Edric Sand segue rapidamente para a Torre dos Turene para avisar os outros e depois para localizar a patrulha de Highview e mandá-los seguir para a torre dos Turene.

Brandon Storm continua a seguir a trilha deixada pelos atacantes dorneses e chega até a margem do largo rio Wyl. Ele vê vários navios e tropas em torno de uma improvisada paliçada de madeira. Pulando no rio, ele nada até chegar perto dos barcos. Em um dos barcos ele vê uma mulher e um homem com um escudo com o símbolo da Fênix conversando com dois outros dorneses. Um deles tem o símbolo da casa Yronwood e o que parece ser o capitão do navio tem o escudo dos Wyl. Ele consegue escutar parte da conversa e percebe que a mulher e o homem com o símbolo da Fênix são bastardos e estão liderando o grupo de atacantes e que o homem com o símbolo dos Yronwood acaba de trazer reforços para eles.

Ele entra no acampamento, consegue colocar roupas secas, com o símbolo da Fênix e descobre que o nome da mulher é Ellia. Percebe também que no acampamento estão cerca de 500 homens, uma das maiores forças dornesas que já atravessou o rio nos últimos anos. Pegando uma garrafa de vinho, se dirige até a tenda da mulher e passa pelos guardas dizendo que veio servir vinho para a comandante Ellia. Lá dentro o homem usando o escudo da fênix que estava no barco está jantando.

Brandon serve vinho e consegue ver na mesa um mapa em que estão marcados a Torre dos Turene e o Castelo de Highview. Ele é interrompido pela mulher que sai de um aposento nua e manda Brandon servir um copo de vinho para ela e também se servir e brindar com eles. Ele bebe e a dornesa faz um brinde à morte dos Wayne e pela vingança de seu irmão, Tristan, morto por eles. Ela bebe o vinho, enxuga seus lábios com as costas de sua mão e então agarra Brandon e o joga nas almofadas da tenda, enquanto arraca a sua roupa, enquanto o outro dornês observa, bebendo vinho. Depois, ela manda Brandon sair e levar a comida embora. Brandon volta correndo até seu cavalo e parte ainda no meio da noite para avisar aos homens na Torre dos Turene.


Edric Sand retorna primeiro à Torre do Morro Solitário, informando sobre a morte de Edwyn e das tropas dos Turene. Mais tarde, perto do amanhecer, Brandon Storm chega com a notícia da grande quantidade de forças dornesas que atravessaram o rio. Walton Dulver busca saber o que aconteceu e troca mais acusações com Hendrik Wayne.

Hendrik resolve retirar as tropas da Torre e voltar para Highview, escoltando a viúva e suas filhas. O agora Lorde Lucaeris Turene, ainda convalescente, se recusa a partir, dizendo que irá defender as terras de sua família, com o que resta da guarnição da Torre – reduzida pela metade após o massacre das tropas na floresta.

As tropas dos Wayne partem, deixando trinta soldados mercenários para trás, com ordens de também partirem assim que virem a aproximação dos dorneses.

View
A Fênix de Dorne
Morte na Fronteira

torre_Turene.png

A Fênix de Dorne

A riqueza de Highview cresce com o bom tempo da primavera e bem administrada pelo Maester Gordon, mas corvos trazem notícias preocupantes.

A primeira delas é de que os vizinhos e inimigos dos Wayne, os Dulver, estão construindo uma muralha em torno da Torre de Blackstone, nas fronteiras dos dois domínios. Terras que outrora pertenceram aos Wayne, mas que foram perdidas após Brandon Wayne ser derrotado.

Mas mais preocupante e imediata é a notícia que o segundo corvo traz em suas asas. A de que o herdeiro dos Turene, Lucaeris, foi ferido em um combate e que Lorde Edwin Turene partiu em perseguição aos saqueadores levando metade da guarnição da Torre do Morro Solitário.

Aparentemente, de acordo com as informações trazidas na mensagem do Maester da Casa Turene, o velho Maester Gregor, alguns saqueadores seguiram em direção norte, indo para as terras dos Wayne. Como que para confirmar isso, um fazendeiro chega apressado avisando de um ataque contra sua fazenda nos limites do domíno.

Brandon Storm e um cavalariço dornês chamado Edric Sand seguem para o sul para procurar rastros dos atacantes, enquanto uma tropa é preparada para perseguir os saqueadores.

Após um segundo corvo vir da Torre Solitária com o pedido de ajuda do Maester Gregor, pois a saúde do jovem Lucaeris Turene está cada vez pior, Lorde Russel resolve enviar seu irmão Hendrik Wayne e Maester Gordon, junto com 40 mercenários e 2 cavaleiros, além de alguns artesão, entre eles o melhor ferreiro de Highview, Martin, para ajudar os Turene.

Após um dia e meio de uma lenta jornada, pois estão levando carroças e material, o grupo avista a Torre do Morro Solitário. As terras dos Turene ficam na planície aos pés das montanhas vermelhas, mais próximas do rio Wyl e da fronteira com Dorne. São boas para agricultura, com alguns vinhedos, e para criação de gado. Apesar disso, pela insegurança, não são muito populosas.

Ao chegarem na Torre, eles analisam as defesas dos Turene. A torre é formada por uma paliçada de madeira e uma torre de pedra no alto de um morro que se destaca na planície. Eles percebem que a guarnição do castelo, com cerca de 50 homens, é mal-treinada. A paliçada de madeira oferece uma proteção insuficiente para um longo cerco. A torre, pelo menos, é feita de pedra e está em melhores condições de defesa, embora o portão possa usar um reforço. Martin, o ferreiro começa a trabalhar com seus ajudantes para reforçar o portão e as tropas dos Wayne descansam em um dos cantos do espaço entre a torre e a paliçada de madeira.

Maester Gordon descobre que a flecha que feriu Lucaeris continha veneno de basilisco e consegue evitar que o veneno mate o herdeiro dos Turene. Lady Turene visita os aposentos em que o enteado convalesce e convida o Maester Gordon e Hendrik para jantar.

Enquanto eles descansam e jantam no grande salão da Torre, Maester Gregor anuncia a chegada de um grupo de soldados da Casa Dulver, liderados por Walton Dulver, irmão do Lorde Dulver.

Walton Dulver não fica contente ao ver os Wayne. Segue-se uma indelicada troca de acusações entre Erald e Walton e Walton se retira do salão.

View
A Caminho de Casa
Retorno do Torneio de King´s Landing

barco_mercante.jpg

A viagem de volta

Após participarem do jantar da vitória oferecido pelo Rei Daeron II e sua esposa, a Rainha Myriah Martell, os Wayne levantam acampamento e seguem junto com os Stark em direção ao norte.

A intenção de Erald é fechar o acerto de casamento de sua impertinente sobrinha com o irmão mais novo do Lorde Stark. Para isso, ele recruta a ajuda de seu sobrinho, Durran.

Em Duskendale, os Wayne acertam o casamento de Beron Stark com Janne Wayne, em um jantar com Lorde Stark e sua esposa.

Stephen Wayne descobre um navio de Estermont que irá para as terras da tempestade. Os Wayne conseguem negociar sua volta no navio, por um bom preço, graças a Durran Wayne.

A viagem é rápida e tranquila, apesar do mal-tempo. O que não impede que Janne e Durran passem boa parte do tempo mareados. Após alguns dias de viagem eles chegam às Stormlands e ao porto de Stonehelm, cidade governada pela Casa Swan.

Em um bar no porto eles quase entram em uma briga com soldados da guarnição dos Swan que estavam bebendo na taverna, após dois soldados ofenderem a honra de Janne Wayne, dizendo que o senhor deles, Cedric Swan, já conhecera os favores da filha do Lorde Wayne. Os soldados, no entanto, são intimidados pelas espadas de Erald e Evan, pela besta de Ilaryo e pela lábia de Durran e se afastam.

No dia seguinte, partem para a última etapa da jornada de volta à casa, sem saber das ameaças que cercam o domínio e chegam nas asas de dois corvos negros.

View

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.